Início > Notícias > Caso Bruno: mulher espera saída da polícia e volta com sacola preta

Caso Bruno: mulher espera saída da polícia e volta com sacola preta

Policiais do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP) estiveram, por volta das 7h30m desta quarta-feira, na casa de Maria Aparecida de Almeida, faxineira da Casa de Campo Família Souza, o sítio de Bruno Souza no condomínio Turmalina. Eles bateram na porta, mas o local estava vazio. Para a casa dessa mulher, teria sido levada uma sacola usada por Elenilson Vitor, caseiro do jogador, para retirar objetos da propriedade do goleiro.

Vinte minutos após a saída dos policiais, a faxineira voltou para a casa, acompanhada por uma jovem que carregava um saco preto de lixo, com roupas e sapatos. Maria afirmou que viu Eliza Samudio e seu filho de quatro meses dentro da casa, mas não soube informar a data.

— Sempre faço faxina na casa do Bruno, mas não vou lá desde esse problema. Estou tranquila. Se a polícia quer falar comigo, pode vir. A gente não deve nada — afirmou Aparecida.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: