Início > Notícias > Caso Bruno: Advogado diz que Macarrão foi agredido durante depoimento

Caso Bruno: Advogado diz que Macarrão foi agredido durante depoimento

Belo Horizonte (Minas Gerais) – O advogado Ércio Quaresma, que defende o goleiro Bruno e seu amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão, falou que o amigo do jogador foi agredido durante o depoimento sobre o desaparecimento da ex-amante de Bruno, Eliza Samudio, de 25 anos, na tarde desta segunda-feira, no Departamento de Investigações e Homicídio de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Segundo Quaresma, o delegado Julio Wilke, que é marido da delegada Alessandra Wilke e acompanha o caso, teria dado um tapa no peito de Macarrão e este acabou caindo no chão.

Foto: Felipe O'Neill / Agência O Dia

O subcorregedor da Polícia Civil mineira, Antônio Gama Junior, já estava no Departamento de Investigações checando como as imagens exibidas, no último domingo, pelo Fantástico, da TV Globo, foram parar na imprensa. No vídeo, Bruno aparece falando sobre o desaparecimento da ex-amante. Gama Junior também irá averiguar a denúncia de agressão.

Bruno e Macarrão chegaram à DH no início da tarde desta segunda-feira e foram orientados pela defesa a ficarem em silêncio durante o depoimento. Não há previsão de término do mesmo

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: